quinta-feira, 8 de setembro de 2011

It's on!




Sempre me perguntam porque eu sou tão apaixonado por esportes, mas eu nunca consegui de fato dar uma resposta concreta. E pra falar a verdade acho que eu realmente nunca vou conseguir. Tentar começar esse texto já serviu pra comprovar essa teoria, juntar as palavras certas pra expressar minhas emoções se provou ser um dos mais árduos e complicados trabalhos. Mas como é que eu poderia traduzir toda a emoção de algo tão breve? Sim, porque muito da beleza dos esportes vem dos momentos únicos, que, me desculpem a obviedade, só se vive uma vez na vida, momentos capazes de marcar o ser humano por toda a eternidade ou até mesmo dar sentido àquele curto período de tempo em se presencia algo extraordinariamente único.

Mas dizem que uma imagem fala muito mais do que mil palavras e é por isso que eu trago três vídeos muito interessantes, todos especiais de fim de ano feitos pela ESPN americana (Entertainment and Sports Programming Network). O primeiro deles é do ano de 2006. Ano em que conheci e passei a amar o futebol americano, muito porque foi o ano em que o New Orleans Saints realizou seu primeiro jogo no Louisiana Superdome após a passagem do furacão Katrina pela cidade de Nova Orleans. O Estádio abrigou, durante meses, vários moradores da cidade e o apoio dado pelo time àquelas pessoas e à região atingida acabou por criar uma maior identificação na relação time-cidade-população e, por isso, os Saints tiveram uma das melhores temporadas da história do time, porém o sonho do título acabou na “semi-final” do campeonato. E o ano de 2006 trouxe ainda mais surpresas. Afinal de contas, quem não se lembra de Zinédine Zidane sendo expulso na final da Copa do mundo da FIFA, ou até mesmo, pra quem gosta de basquete, do jogo em que Kobe Bryant fez 81 pontos pelo Los Angeles Lakers? Mas é melhor pular logo para o vídeo pra não estragar mais ainda a surpresa.



O segundo vídeo é o especial de fim de ano de 2010. Lembra do Saints? É nesse ano que o time de Nova Orleans ganha o seu primeiro título da liga de futebol americano da história, liderados pelo Quarterback Drew Brees, que protagonizou, pra mim, uma das cenas mais bonitas da história do esporte, mas é melhor deixar para o final do vídeo. E falando em campeões inéditos, quem vai se esquecer do título da Espanha? Ou até mesmo da inacreditável campanha dos Estados Unidos no munidal da FIFA, realizado pela primeira vez em solo africano?

É difícil, eu sei, mas permita-se sentir a emoção de cada momento, pois é disso que os esportes são feitos, dos momentos em que se perde o fôlego, dos momentos em que nos permitimos gritar à nossa mais pura sensação de felicidade ao vermos um gol do nosso time, um cesta de três pontos com o cronômetro encerrando a contagem ou um passe para touchdown nos últimos segundos do jogo. Talvez você nem saiba muito bem do que eu estou falando, mas eu sinceramente espero ter cativado alguém com esse texto e refaço o pedido, permita-se sentir, porque o esporte é feito, antes de tudo, de EMOÇÃO. E eu encerro a minha primeira postagem com as imagens esportivas da década. Divirtam-se.

3 comentários:

  1. Boa, Samuel. Vi o Pierce no segundo vídeo e achei que era só sobre a NBA. Hahaha!

    Pro próximo texto, se puder opinar, disserta sobre o pré-olímpico que já vai ter terminado e tal. Analisa a seleção brasileira de basquete, como foi a participação, a polêmica Nenê e Leandrinho... só se num tiver mais nada interessante pra falar. ^^'

    abração!

    ResponderExcluir
  2. texto bem apaixonado, né? curti. hehe

    ResponderExcluir
  3. pode deixar, juss, vou aqui o que dá pra fazer.

    com certeza, kinjo. ;D

    ResponderExcluir