segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Arsenic, o melhor do rock cearense?

Para quem não sabe, o programa global “Caldeirão do Huck” promoveu o concurso “Olha a Minha Banda”. A final do concurso foi ontem e a banda campeã teria o privilégio de tocar para milhares de pessoas no Rock n’ Rio. A vencedora foi a banda Arsenic, que passou pra trás as bandas Gritos de Paz, Agnela e Tri. Temos, então, uma banda que teoricamente “representa” o Ceará no festival com alcance nacional e internacional. Até aqui, tudo muito lindo não?

É agora que convém explicar as aspas que acabei de usar. Estou pronto, podem atirar as pedras, como diria nosso colunista Filipe Fernandes.



Porque acontece o seguinte: quando se trará de representar algo  acredito que o que representa esse algo deve conter no mínimo alguma característica dele. Me pergunto então, o que a banda Arsenic tem do Ceará? Letras?...não. Características sonoras ou instrumentos?....também não. Povo da cabeça achatada?...nem isso!

Nessa história, tem algo mais grave. Representar pode significar, também, ser o melhor, a referência em algo. A banda Arsenic é, então, referência no rock cearense? Como ter um sim para essa resposta se a banda produz um rock “fofo”, que não se difere muito do que já é mostrado por NX Zero ou Fresno? Como a referência do nosso estado pode ser algo tão igual ao que já faz sucesso e é comercial em escala nacional? Como aceitar essa tendência a uniformizar todos os sons apenas para satisfazer o grande público?

Se pelo menos não tivéssemos por aqui bandas que buscam um som diferente, singular, que lhes dê identidade, mas isso existe. E nem precisa ser algo tão “anticomercial” ou complexo, basta saber aliar  a comercialidade sem perder a originalidade e sem deixar de inovar, ainda que de forma tímida. A banda que me vem à cabeça agora é Selvagens à Procura da Lei. Com um som simples, porém original, os caras procuram letras bem elaboradas que fazem referência à Fortaleza, ao amor efêmero, ao sexo e coisas que vão muito além do “não me deixe só, tudo que eu quero é você”. Além disso, não escondem o sotaque fortalezense ao cantarem suas canções, o que vai contra a tendência quase involuntária dos vocalistas das bandas de rock de minimizarem seus sotaques regionais e cantarem à paulista ou carioca.



O que me conforta é saber que a Arsenic não foi escolhida com o critério de ser a melhor banda do nosso estado. Sei que a escolha envolveu o potencial de vendas da banda em escala nacional, o que, infelizmente, é verdadeiro. Mas junto a isso, um desconforto não deixa de ser incômodo: até quando vamos ver bandas sendo consideradas melhores por venderem mais? Até quando o grande público vai se sentir satisfeito com a mesma música e não vai se cansar dos clichês? Tomara que não demore muito.

17 comentários:

  1. A desinformada. Só assim pra eu saber o que diabo é esse Arsenic que todo mundo tava falando. E o pior é que eu não tava perdendo nada...

    Agora, curti muito Selvagens à Procura da Lei. Essa sim foi uma boa nova informação.

    Ótimo post Mumu!!

    ResponderExcluir
  2. É triste, principalmente falando como instrumentista, pois qualquer um percebe que os sujeitos não têm talento. Harmonia, melodia, arranjo, letra... É tudo tão clichê como essa enxurrada de emos-coloridos-incolores que nos atacam todos os dias através das rádios...

    Singularidade, essa perdeu-se no meio musical desde alguns anos.

    ResponderExcluir
  3. Acho difícil julgar o rock, ainda mais cearense. Trocaria essas duas bandas citadas por uma chamada Breculê.

    ResponderExcluir
  4. na minha singela opinião, acredito que eles não estavam procurando uma banda que representasse seu estado...mas sim uma banda com características "pop", que agradasse a maioria dessa galerinha teen, com garotos bonitos, rimas fáceis e coisa e tal...pra aquilo que eles escolherem fazer, eles se dedicam e tentam fazer o melhor, tanto que chegaram até onde estamos vendo, mas representar o ceará, tsc tsc tsc, aviões do forró "representa" melhor!

    ResponderExcluir
  5. Concordo plenamente com quem comentou sobre a Breculê, e acho que ela mereceria um post especial. Só não quis comparar gêneros diferentes, tentei não ir além do rock. Mas concordo que a Breculê seria uma ótima representante não só do Ceará, mas do Brasil, fazendo uso de um comentário que um amigo meu sempre faz.

    ResponderExcluir
  6. Sou amigo da galera da Arsenic e o melhor comentário foi o da Breculê. Nem rock é, mas é uma banda DO CARALHO. Quanto a Arsenic, não foi lá pra representar o Ceará, não para a produção. Quem abraçou essa causa de representar o Ceará e o Nordeste, foi a própria banda. ELA. Da parte da própria Arsenic, ninguém nunca disse que era a melhor, os meninos trabalham pra fazer o deles, o nome deles e conquistar o espaço DELES. Outro ponto, que mostra que teu conhecimento é bem fraco, é comparar Arsenic com NX ou Fresnos, pois são bem diferentes, nenhum deles tem a pegada eletro que a Arsenic tem. Nunca vi ninguém também se referir a bandas que vendem muito como as melhores, somente as premiações feitas pela grande massa, o que mostra o potencial de venda e se algo vende, é porque muita gente gosta e é bom pra muita gente. "Eles não levam nada do Ceará", mostra que você nem mesmo pesquisou para ver o clipe da banda, chamado "Verão" e que mostra a beira-mar e também uma locação muito bonita da Lagoa do Catú. Sem falar no esforço do próprio vocalista que tem um vasto conhecimento musical, fora a banda, e quem conhece sabe. 10 anos na labuta e o MERECIDO mérito reconhecido. Que todas as outras tenham chance, mas você falou muita besteira nesse post, asneiras que poderiam se encaixar, caso, tivessem REALMENTE todos esses pontos. Abs

    ResponderExcluir
  7. Acho que houve um equivoco por aqui...
    De uma forma bem geral, o BLOG não busca ser A verdade crua e pura. Cada post expressa a OPINIÃO da pessoa que escreve.
    Eu tenho certeza que falo pelos sete quando digo que não temos a pretensão de ser experts nos assuntos. Apenas transmitimos e registramos assuntos que estão nas rodas de conversa e/ou que achamos interessantes e queremos compartilhar. Mostrar o NOSSO ponto de vista.

    E a parte de comentários acaba sendo muito interessante porque surgem novas opiniões e informações sobre cada tema. O que nós realmente curtimos. O que não é necessário é o uso de agressividade para isso.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Breculê é uma banda boa sim, mas não se encaixa no formato comercial como a Arsenic, que coincidentemente, cai como uma luva. Pois, o que ta na crista da onda do mainstream atualmente são essas bandas "teens" com um som altamente, como posso dizer, batido e palatável... Pode ver, tudo é teen hoje em dia, sertanejo universitário, forró, pagode... Conheço a trajetória do líder da banda desde o começo, desde a Not4Sale hardcore, passando pelo metalcore e também quando mudou para Arsenic com um som rock-eletrônico-doido, antes de agarrarem o som teen de hoje em dia. Dizer que é uma banda do caralho, acho que é forçar a barra, sinceramente. Os músicos dela podem até ser muito competentes, mas acho que eles não quiseram mostrar tal maestria nas suas canções. Não desmereço a batalha dos caras e tal, que tão faz tempo na peia. Mas, o som ta longe de ter identidade. Eles queriam ser conhecidos, alcançar a fama, tai conseguiram. Espero que consigam se manter, porque modas vão e vem. Espero que eles sejam competentes o suficiente para se reinventarem quando a modinha passar, apesar de saber que outra virá logo em seguida.

    ResponderExcluir
  10. Thiago, Lembrando que o Guilherme não começou na NOT4Sale. Parece que você não conhece tanto assim. A banda que falei ser DO CARALHO foi Breculê. Aproveitei o comentário pra exaltar minha admiração pela banda e a satisfação de ver a lembrança dela por alguém. Voltando a Arsenic, eu confio neles e acredito sim que eles estarão trabalhando sempre para se reinventar e amadurecer cada vez mais.
    Luiza - Se você ler bem o post, vai ver que o equívoco não partiu de mim, pois não fui eu quem afirmou que tal banda era a melhor do rock cearense. Acho bem conveniente quando você vai lançar a opinião à respeito de algo para outros vejam, que você construa sua opinião por si só e não por "burburinhos".

    ResponderExcluir
  11. Caro Fausto Portela Filho
    Pode parecer estranho, mas comentários como os seus, que visivelmente discordam dos meus, é que me motivam a continuam escrevendo aqui, pois acredito que esse é um espaço de discussão
    Quanto ao seu comentário em si....Olha, o problema não é eles se afirmarem como melhor do rock cearense, nem eu afirmei isso (perceba a interrogação no título)
    O problema é que as emissoras de TV cria sentidos e imagens das pessoas ao seu bel prazer, e quando vemos a Arsenic sendo escolhida dentre milhares de banda para estar no "melhor" festival que temos, involuntariamente as pessoas pensam que isso é o melhor que temos e acredito que até vc concorda comigo que os caras não são os melhores.
    Realmente não fiz uma pesquisa aprofundada para saber se em clipe tal, mostra isso e aquilo do Ceará, mas também temos que ver que não é isso que as emissoras privilegiam ao mostrar a Arsenic para o Brasil e o mundo
    Quanto à comparação com o NX Zero e Fresno, faça o teste cego: ponha uma música da Arsenic e rotule com uma dessas bandas, acho que vai dar mais certo com o NX Zero. Verás, num resultado quase "mágico", que as pessoas não saberão diferenciar!!
    Tirando a parte que me ofende, obrigado por enriquecer a discussão.
    só acho que argumentos e mais argumentos são mais pertinentes do que simplesmente ficar falando que eu falei "besteira".
    Acredito que não seja necessário ficarmos trocando ofensas diretas aqui, mas se vc tiver algo mais para complementar nossa discussão, fique à vontade, não moderamos nossos comentários

    ResponderExcluir
  12. O que vende mais nem sempre é o melhor.

    ResponderExcluir
  13. no final das contas, é aquela velha história, gosto não se discute, se respeita...

    ResponderExcluir
  14. Na verdade, Murilo, eu não quis ofender, se pareceu isso, desculpas.
    Falar que alguém falou besteira de certa forma é opinião, não ofensa. Do modo que você passou (e eu entendi) parecia culpar os meninos de terem tal rótulo. No fim das contas, se as pessoas se aprofundarem mais no som, vão entender que não é um som brasileiro, mesmo os meninos tendo muita referência por aqui, tem muito pouco do que a Arsenic toca, aqui no Brasil, como o próprio Junior Lima disse.
    Respeito a opinião de qualquer um que não goste, mas alguns comentários eu não concordo e entro mesmo pra debater. Hehehe! Sucesso com o blog, abraço.

    ResponderExcluir
  15. gosto não se discute, música sim e a música dos caras é ruim, de fato, eles podem até ser excelentes músicos, mas não acho que mostrar isso pro mundo seja o objetivo da Arsenic. se a música dos caras vendeu, parabéns pra eles, a final de contas, eu duvido que essa não tenha sido a intenção deles. agora discutir e defender a banda só porque se tem amizade com os integrantes é um pouco complicado, é muito fácil se esquecer de elaborar os comentários e ficar só na emoção. ;D

    enfim, concordo com o murilo nessa aí...

    tudo bem os caras ganharem e irem tocar no Rock in Rio, eles fato fizeram alguma coisa pra estar lá e provavelmente merecem, mas dizer que eles representam o meu estado, me poupe. quem se permite aceitar isso daí deve rever seus conceitos.

    ResponderExcluir
  16. Se for pensar assim, é muito complicado discutir e defender o Murilo só porque você faz parte do blog. Minha questão é totalmente diferente. =]

    ResponderExcluir
  17. concordei com a opinião dele sobre a banda e ponto. não porque ele é do blog. fica a dica.

    ResponderExcluir